Um Sorriso como uma Flor

(À menina desconhecida, que um dia eu vi sorrir, na rua)

Um sorriso como uma flor
sorriso de poesia
de música
um sorriso belo
como nenhuma pintura poderia ser
como nenhum poema
ou qualquer forma que o homem possa inventar.
Um sorriso único
num instante único
nas com estranho sabor de eternidade…
Sorriso de verdade
não desses que a gente dá,
por desejo ou graça,
mas que escapa
mm meio ao caos da cidade,
alheio à nossa vontade,
e vai encher de luz os olhos
de quem, por sorte,
passa…

Anúncios

Fixação

Com que direito o teu semblante
Invade o meu instante
e me faz poeta?
Como o teu universo
toca o meu
e me põe a escrever versos?
De quem roubaste a chave da minha alma?
Como ousas surgir assim
e me roubar a calma
e me tirar o sono,
Como?
E como podes
dominar meu pensamento
que quanto mais eu tento
nenos eu consigo me esquivar…?